Alto investimento da indústria farmacêutica

. Início do Blog . Alto investimento da indústria farmacêutica
15

Mai 2019

Breve panorama da indústria farmacêutica

Alto investimento proporcionou crescimento no número de medicamentos inovadores e altíssimos lucros

Desde 1940, as grandes empresas multinacionais cresceram de forma acelerada devido ao forte investimento no já comentado P&D, que proporcionou crescimento no número de medicamentos inovadores e altíssimos lucros. Empresas como a Big Pharma, por se desbravarem em um mundo farmacêutico ainda não estruturado no início de suas atividades, foram privilegiadas por um ambiente regulatório menos exigente, o que favoreceu o rápido desenvolvimento.

Já na década de 1990, o cenário mudou por conta dos questionamentos sobre o elevado valor dos remédios, sua concorrência com os genéricos e exigente política regulatória. E, para se adaptar a essas circunstâncias, indústrias optaram pela fusão, diluindo riscos intrínsecos a atividade de P&D e aumentando também o porte da empresa, escolhendo a produção de determinadas classes de fármacos, entre outros.

Ainda em 1990, ocorreu a assinatura do Acordo TRIPS (Acordo Relacionado aos Direitos de Propriedade Intelectual) e, quatro anos depois, com a implementação da padronização do sistema de Propriedade Intelectual (PI) regras foram impostas para países signatários – de acordo com o grau de desenvolvimento de cada país membro da Organização Mundial do Comércio (OMC), foi concedido um período de transição para que eles pudessem se adequar à nova legislação.

Os efeitos do TRIPS foram sentidos de formas diferentes pelos países, sendo que os em fase de desenvolvimento tiveram suas oportunidades de crescimento no setor, reduzidas. No Brasil, a adequação aos termos levou à criação da Lei de Propriedade Industrial (ou Lei de Patentes – lei 9.279 de 1996), que permitiu a proteção dos farmoquímicos.


 

Inovação no ramo farmacêutico

A indústria farmacêutica é o segundo setor que mais investe em inovação no Brasil. Os laboratórios ocupam este lugar no ranking entre os 21 setores do anuário "Valor Inovação Brasil 2018", com o maior nível de investimento da receita líquida em atividades P&D.


Conclusão

Apesar da crise na economia nacional, é possível sentir o investimento em inovação pelo nível de venda de medicamentos, que permanecerá alta, com taxas de 5% a 8% no período de 2018 a 2022. Com essa demanda, o apoio da tecnologia será fundamental para acompanhar o funil de vendas, além das áreas de transporte e logística.


Consulte nossos preços de Equipamentos farmacêuticos:

Consulte a Mondragon , fale agora (11) 2972-3398 ou chame no WhatsApp (11) 9-4570-6177 - (11) 9-4392-2742

Estamos ao seu dispor.

 

Comente no Facebook

Envie seu comentário para a Mondragon